Viaje pelo Mundo: Mendoza

09 mar, 2019

E aíí jujubaas! Pensa num post especial, de verdade que é com muita felicidade que eu escrevo ele, pq vivi alguns dos dias mais lindos da minha vida em Mendoza, mas vamos aos relatos de viagem.

1.Mi Independencia Hostel

Eu cheguei nesse hostel por indicação de um taxista da cidade pq eu percebi que o outro que eu tinha reservado não era num lugar tão legal… Assim que eu cheguei, logo fui muito bem atendida pela Fernanda, um amor de brasileira que foi super solícita comigo e com a minha situação que era: 23hrs e sem hostel pra ficar haha. Ela me colocou num quarto feminino, me mostrou os passeios que o hostel oferecia, me disse quais deles gostava mais, o que dava pra fazer sozinha de bicicleta… Acredita que até um mapa da cidade ela pegou e riscou pra mim ruas que eu devia ir, me falou sobre o parque da cidade… Enfim, sempre empática. Outro amor que trabalha alí é a Paola <3 uma mendoncina super simpática, na mesma vibe da Fer, procura ajudar os hóspedes, tá sempre disposta, um doceee!

De verdade, quando cheguei no hostel pensei q não falaria dele aqui, pq é muito simples, muito diferente do outro que eu citei no post de Petrópolis, só que o atendimento foi tão top que eu não podia deixar de indicar esse lugar e enaltecer as meninas que foram tão lindas comigo. Me senti muito segura e em casa ali.

-Do Aeroporto até o hostel eu paguei algo como 250 pesos.

2. La Lucia (Av. Sarmiento)

Melhor restaurante que eu comi em toda argentina, pronto falei! E o atendimento do Martín foi impecável, sério. Comi uma carne maravilhosa com um vinho Torrontés ótimo! Eu achei que a comida do famoso La Cabreira (que fica em Buenos Aires) ia ser bem melhor, pq as pessoas falam muito e tal, mas de verdade? O La Lucia é muito melhor, pra quem tá em Mendoza e tá disposto a morrer uns R$100,00 no almoço pra comer bem, esse é o seu lugar. E atendimento é com o Martín ❤

3. Bodegas:

Será q tem como ir pra Mendoza sem pensar nos vinhos e vinhedos? kkkk pq eu fui pra lá só pensando nisso. Visitei umas 7 acho e dentre elas, escolhi minhas 3 preferidas pra indicar a visitação. Importante lembrar que eu fiz as visitas com guias de turismo, se vc quer ir sozinho veja antes se precisa marcar a visita, algumas bodegas precisam de marcação.

3.1 Bodega Dolium

Cara, eu fiquei impressionada com esse lugar, ele funciona com pouquissimos funcionários, é um lugar todo pensado em sustentabilidade, consciência ambiental e a degustação dos vinhos é muito boa, bem interessante mesmo.

É uma bodega que se passou de pai pra filho e a apresentação do lugar e degustação de vinhos foi toda feita pelo dono. O que eu achei super legal e diferente é: a degustação é meio que às cegas, ele coloca taças e te faz pensar que vinho vc pode estar tomando, vc tem q estar atento ao seu paladar, olfato e visão… Foi muiiito interessante mesmo, das degustações que eu fiz em Mendoza, esse foi o método mais legal.

3.2 Bodega Dante Robino

Essa é a maior das 3 bodegas que eu vou citar aqui, eu escolhi bodegas que me passavam história, sabe? Sabe quando vc entra no lugar e vê que há algo mais que só vontade de vender? Então… A guia dessa degustação foi a Nuri, muito simpática e me mostrou um espumante da casa maravilhoso (Capriccio), tanto que comprei 4 garrafas 😬

3.3 Bodega Doña Juanita

Esse lugar foi o meu xodó, e, a menor das 3 bodegas, assim que chegamos fomos recebidos pelos cachorros da família, as coisinhas mais fofas dessa vida. A entrada pra casa tem um caminho de parreiras (sim, já quero kkkk), é um charme! O guia da degustação foi o filho do dono, que é quem de fato faz os vinhos, assim como em todos os lugares, eles explicam sobre o processo de produção do vinho, sobre as uvas… Nessa bodega tomamos o vinho direto do barril 😍 e num outro ponto do lote da casa tem um lindo espaço que eles servem cerveja da casa pros turistas que estão conhecendo o lugar.

Essa bodega é linda, especial, mágica, sei lá, me faltam palavras… Vc consegue ver o amor que é colocado no trabalho ali, fora que é incrível ver um trabalho que se passa de geração em geração. Se eu voltar em Mendoza, certo que vou nessa bodega de novo. Só de falar dela eu suspiro ❤

4.Parque General San Martin

A sensação que eu tenho é que a Argentina se especializou em fazer praças e parques e a partir daí saiu se empenhando em todos, pq não é possível, todas as praças e parques são lindos.

Esse em especial eu resolvi citar pq ele além de lindo demais, é enorme, tem um mirante da cidade (veja os horários que tá aberto antes de ir), um lago muito grande também… Vá e depois me diga como valeu a pena ir.

5. Heladeria Famiglia Perin

Eu sou a louca do sorvete, principalmente na Argentina, que até agora tem provado que faz sorvete como poucos lugares. Entãão, como grande fã dessa maravilha eu não poderia ir a Mendoza e não procurar um bom sorvete, encontrei nada menos que Famiglia Perin no meio do caminho e como tudo nesse post: vale a pena ir!

Assim como nas bodegas que eu citei, vc vê logo no atendimento que é um negócio de família, no caixa era uma senhora, bem senhorinha que me atendeu, muito charmosa, muito bem vestida, simpática e linda né mores haha Amei!

6.Potrerillos

Um dos lugares mais lindos que eu já fui, tanto que me dói dizer que não subi as Montanhas pra Cordilheira, pq meus dias não se encaixavam na disponibilidade das empresas… Enfim, triste, mas ir nesse lugar foi muito especial. Fica muito perto do centro, é tipo uma hora, é louco pensar que algo assim está tão perto da cidade. Eu fui de moto pq achei q seria melhor pra apreciar a paisagem e o momento, não me arrependi, vc consegue encontrar lugares sem ninguém pra ficar apreciando a paisagem. Dá pra imaginar, vc, sozinho num lugar desse? Inesquecível.

No dia como o que eu fui, tava quente e as pessoas vão de biquini pra nadar mesmo, mas nem sempre é assim, então se vc for, confere a temperatura do dia.

🛵 Outras dicas de Mendoza:

✔Assim que eu cheguei, tentei pegar um uber pra ir pro hostel, não apareceu nenhum, eu acho que a cidade não tem, não sei. Importante lembrar que na Argentina o Uber é ilegal, mas em Buenos Aires funciona.

✔Fique atenta com localização, tem áreas que não são tão legais de andar, principalmente a noite por conta de iluminação…

✔Eu fiz absolutamente tudo na cidade a pé, não peguei táxi pra nada, só pra ir do aeroporto pro hostel

✔É possível alugar bike pra fazer passeios sozinho, tipo os tours em algumas bodegas, mas é uma boa pedalada, viu?

✔Tem tours que super compensam e não são absurdos;

✔Tem tours pela cidade naqueles ônibus turísticos de graça

Possivelmente eu tô esquecendo alguma coisa, pq foram poucos dias, mas muito bem vividos. De verdade que foram alguns dos dias mais lindos de toda a minha vida, super indico, faria todos os lugares que eu citei a cima de novo. Espero que vcs tenham gostado e me digam, que lugar vcs sonham conhecer? Vc já visitou algum lugar que foi muito além das suas expectativas?

veja também esses relacionados

Deixe seu comentário

1 Comentário

  • […] o que vcs acharam do post de Mendoza? (clique aqui pra conferir) A cada vez que eu penso não acredito no quanto a experiência foi rica. Bom, hoje eu vim falar de […]

  • Ir ao topo
    2019 © Jujuba Doce Todos os direitos reservados Desenvolvido com por